18º Festival Brasil Sabor traz pratos que vão agradar a todos os paladares em 52 estabelecimentos de 5 cidades de MS

 

Esperada por muitos, a 18ª edição do Festival Brasil Sabor, realizada pela Abrasel MS – Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, começou na quinta-feira, 16 de maio e segue até 16 de junho,  prometendo ser um prato cheio para os clientes que forem aos estabelecimentos participantes. Serão ao todo 52 bares e restaurantes em 5 cidades do Estado – Campo Grande, Bonito, Dourados, Ponta Porã e Rio Brilhante.

 

O lema do festival é “Pra toda gente e pra todo gosto” e assim como nas últimas edições, o Brasil Sabor acontece em formato híbrido, o que possibilita aos consumidores experimentarem os pratos nos restaurantes ou por meio de delivery.

 

O presidente da Abrasel MS, João Francisco Fornari Denardi, lembrou que o Festival já está consolidado junto ao público sul-mato-grossense. “Os consumidores já esperam pelo Festival Brasil Sabor, porque sabem que terão experiências gastronômicas inigualáveis, provando novos pratos, experimentando ingredientes às vezes inusitados, às vezes tradicionais, mas utilizados de uma forma única. Esse é o diferencial do Festival e é nisso que os participantes apostam. Temos certeza que, mais uma vez, o público vai se encantar, afinal, é um festival de sabores pra toda gente e pra todo gosto”.

 

Para acontecer, o Festival Brasil Sabor conta com patrocinadores nacionais e locais. “Os bares e restaurantes associados não pagam para participar do Festival e isso só é possível porque temos patrocinadores que acreditam no potencial da nossa gastronomia. Por isso, fazemos questão de deixar registrado nosso agradecimento ao Sebrae, à Connect Cozinhas e Equipamentos Industriais e ao Sindha MS”, agradeceu o presidente João Francisco.

 

Segundo o diretor-superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça, a instituição apoia eventos que contribuem para valorizar os negócios da Gastronomia, e o Festival Brasil Sabor é uma importante ação neste sentido. “O Festival Brasil Sabor é um evento já tradicional para a nossa gastronomia, onde temos restaurantes, lanchonetes e bares empenhados em entregar pratos que mostrem a riqueza da cultura regional. O papel do Sebrae é apoiar cada pequeno empresário, então, ações como o Festival fomentam esses negócios locais, ao atrair o público para os estabelecimentos e gerar renda para os empreendedores, além de valorizar o trabalho desenvolvido por eles”, pontua Mendonça.

 

Giovano Augusto, proprietário da Connect Cozinhas e Equipamentos Industriais, falou sobre a participação como patrocinador do Festival e a sua importância para a gastronomia do Estado. “Muito legal participar do Festival Brasil Sabor, uma ideia que já perdura há 18 anos, onde acompanhamos o trabalho da Abrasel e, acima de tudo, a ideia de cada restaurante, de cada chefe de cozinha, de cada proprietário ao expor para o mercado a sua característica, a sua ideia da comida típica, do sabor, a sua ideia de como ganhar e se posicionar no mercado. Estou muito feliz em ser patrocinador, porque é um evento que, de forma simples e objetiva, coloca a identidade de cada um, com a sua particularidade, no mercado”.

 

O presidente do Sindha MS – Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação fez o convite ao público para prestigiar o Festival. “A gastronomia sul-mato-grossense é muito rica, com uma grande variedade de ingredientes e referências culturais, por isso o Festival Brasil Sabor é fundamental, uma vez que bares e restaurantes movimentam a economia do Estado. O Sindha MS apoia o Festival e faz o convite aos sul-mato-grossenses a conhecer e experimentar os pratos participantes. Será, sem dúvidas, uma experiência inesquecível”.

 

Os clientes podem conhecer os restaurantes participantes no site oficial do festival, que também conta com as informações de todos os 720 estabelecimentos em 21 estados, além do Distrito Federal, que fazem parte do Festival em 2024.

 

O empresário Rodrigo Medeiros, da Aipê Cozinha Raiz, participa pela primeira vez do Festival com um prato autoral, o Tartar de Búfalo Soleado. “Estamos participando pela primeira vez do Brasil Sabor, mas já conhecia o projeto, já havia experimentado pratos em vários restaurantes de Campo Grande em outras edições do Festival. Estamos com um prato autoral, que criamos especialmente para o Festival Brasil Sabor. E eu acho que é uma forma fantástica, tanto de apresentar a comida, quanto de poder apresentar o local, podendo participar com os outros associados da Abrasel. Estamos super felizes em participar”, afirmou Rodrigo.

 

 

 

Veja dicas da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul de saborosos pratos de Bonito – Serra da Bodoquena

 

Os principais pratos que podem ser degustados na região são o Arroz Carreteiro, Sopa Paraguaia, Chipa, Churrasco, Licor e Palmito de Bacurí, Frango com Palmito de Bacurí, Doce de Jaracatiá, Locro, Escondidinho de Mandioca com Carne Seca (foto), Mandioca, Maionese de Mandioca, Marmelada, dentre outros que representam a história de Bonito e Serra da Bodoquena em seus gostos e aromas.

 

 

Foto: Bolivar Porto

Expoqueijo Brasil 2024: Disputa é a maior das Américas para queijos registrados e deve receber até 1,1 mil concorrentes

 

Cinco continentes participam da Expoqueijo Brasil – Araxá International Cheese Awards 2024, que já está com as inscrições abertas para o maior concurso de queijos registrados das Américas.

 

Até o dia 30 deste mês de maio, qualquer produtor de queijo artesanal com algum registro oficial de autoridades sanitárias do país de origem pode se candidatar às premiações. As inscrições devem ser realizadas pelo site www.expoqueijobrasil.com.br.

 

 

De acordo com o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Thales Fernandes, o evento é um marco para o agronegócio nacional. “Chegamos à quarta edição da ExpoQueijo. Isso demonstra a força e a importância que o evento conquistou, consolidando-se no calendário de eventos do setor dos queijos artesanais. Nosso maior desafio é manter o alto nível dos jurados e, principalmente, a qualidade dos produtos, que a cada ano se supera”, destaca.

 

 

Esta edição acontecerá entre 27 e 30 de junho e vai receber até 1,1 mil queijos concorrentes. “Teremos produtos provenientes de diversos estados do Brasil e dos cinco continentes ao redor do mundo. Os queijos serão avaliados em sete atributos por um seleto grupo de jurados, treinados pelo Instituto de Laticínios Cândido Tostes, instituição vinculada à EPAMIG”, explica Maricell Hussein, organizadora do evento.

 

Curadoria mineira

 

Sob a coordenação da equipe de pesquisadores mineiros, o concurso contará com aproximadamente 45 categorias de queijos de leite de vaca, cabra, ovelha, búfala, assim como da mistura de leite dessas espécies.

 

“Os queijos inscritos serão avaliados de acordo com o aspecto global, a cor, a textura, o odor, o aroma, a consistência e o sabor. As premiações consistem em uma medalha para o primeiro lugar (ouro), uma para o segundo (prata) e uma para o terceiro (bronze), colocados por categoria, sendo ainda premiado um queijo com a honraria máxima (Super Ouro)”, explica o chefe-geral do Instituto de Laticínios Cândido Tostes (EPAMIG/ILCT), Sebastião Tavares de Rezende.

 

Novidades

 

Neste ano, a disputa está dividida em três fases. “A Fase 1 classificará em ouro, prata e bronze os primeiros lugares de cada categoria. Em seguida, a segunda fase avaliará os medalhistas com o ouro e selecionará os 15 melhores queijos, que concorrerão ao Super Ouro na terceira fase. Para cada etapa, haverá uma equipe diferente de jurados, de forma a manter a credibilidade das notas”, explica a professora e pesquisadora da EPAMIG/ILCT, Carolina Viana.

 

 

Outras atrações

 

Também fazem parte da programação a Feira Internacional de Negócios, com produtos da agricultura familiar, e o Fórum Internacional, com palestras sobre inovações e práticas para melhorar a qualidade e o valor comercial do queijo artesanal regularizado, além da vila gastronômica e cultural.

 

O evento é realizado pela Bonare Eventos, em parceria com associações de produtores de queijos e com apoio do Ministério da Agricultura e Pecuária, por meio da Superintendência Federal de Agricultura MG, do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e de suas vinculadas, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), o Instituto de Laticínios Cândido Tostes (ILCT) e o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), além do Sebrae, dos Sistemas Faemg e Ocemg e da Prefeitura de Araxá.

 

 

ExpoQueijo Brasil 2024 – Araxá International Cheese Awards

Data: 27 e 30 de junho

Inscrições para o concurso

Data: 10/5/2024 a 30/5/2024

Local: Grande Hotel e Termas de Araxá.

Mais informações: www.expoqueijobrasil.com.br

Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Assessoria de Comunicação Social

Jornalista: Márcia França

Edição: Paula Machado

Concurso O Quilo é Nosso valoriza modelo de negócio genuinamente brasileiro; saiba como participar

 

As inscrições para a 8ª edição do concurso que elege o melhor restaurante a quilo do país já estão abertas. Em parceria com o Mundo Mesa, a Abrasel realiza entre os dias 17 e 27 de setembro O Quilo é NossoOs interessados em inscrever seus estabelecimentos devem preencher o formulário no site oficial do evento até o dia 21 de junho.

 

Com o tema “É comer, gostar e votar”, o concurso tem o patrocínio nacional da Caixa, Coca-Cola Brasil, da Friboi, do Picpay, da Pluxee e da Seara.

 

Legado nacional

 

O Quilo é Nosso foi criado em 2017 com o intuito de valorizar um modelo de negócio 100% brasileiro. Em meados da década de 80, o mineiro Fred Mata Machado criou o restaurante Isto e Aquilo, primeiro restaurante a quilo do mundo.

 

Hoje, quase quatro décadas depois, é o sobrinho Fabiano Machado quem segue os passos da família na administração do estabelecimento e busca manter o legado do tio, falecido em 2021. “Estamos tentando recontar essa história da criação do restaurante a quilo. Temos muito orgulho de fazer parte da cultura gastronômica do brasileiro”, diz.

 

Ao relembrar a trajetória do estabelecimento, o empreendedor afirma ser um grande desafio manter o restaurante em funcionamento por tanto tempo. “É uma vitória muito grande. Nós já passamos por altos e baixos econômicos, tivemos que lidar com diversas crises e desafios, como a pandemia. O Isto e Aquilo é uma empresa familiar que se dedica muito, sem abrir mão da qualidade, do relacionamento com o cliente. Nós tratamos tudo aqui com muito carinho”, pontua Fabiano.

 

“Nossa maior dificuldade atualmente é com a mão de obra, estamos enfrentando uma alta rotatividade de colaboradores. Em relação à comida, é necessário saber gerir bem seus insumos para sempre apresentar receitas bonitas e saborosas. Nos restaurantes a quilo, tem que se saber o equilíbrio para não faltar e não desperdiçar”, completa Fabiano.

 

Sobre o concurso

 

Para além de valorizar o modelo de negócio a quilo, o O Quilo é Nosso tem a intenção de impulsionar os empreendimentos do ramo. Cada vez mais tradicional no calendário dos restaurantes e dos consumidores, o concurso é uma oportunidade para os empresários divulgarem seus estabelecimentos, enquanto os clientes aproveitam as receitas criadas especialmente para a disputa.

 

A competição pelo título de melhor restaurante a quilo do Brasil é dividia em três etapas classificatórias. São elas:Etapa regional: os estabelecimentos inscritos serão avaliados pelo público e por um júri técnico local que selecionará os melhores restaurantes a quilo de cada região. Serão avaliados, além do prato criado especialmente para o concurso, outros critérios como atendimento e higiene do local, por exemplo.

 

Etapa estadual: os vencedores de cada região avançarão para a etapa estadual, e serão avaliados por um júri-técnico especializado, que escolherá os melhores de cada estado que irão participar da final nacional do concurso.

 

Grande final: os restaurantes escolhidos na etapa estadual competirão na grande final nacional, e serão premiados durante o evento Mesa São Paulo, um júri composto por chefs e especialistas em gastronomia elegerá o Melhor Restaurante a Quilo do Brasil.

 

Para participar do 8º O Quilo é Nosso, os donos de restaurantes a quilo podem realizar suas inscrições entrando em contato com a Abrasel da sua região ou pelo site oficial do concurso.

 

O Quilo é Nosso
Data: 17 a 27 de setembro
Realização: Abrasel
Parceria: Mundo Mesa
Informações e inscrições: www.oquiloenosso.com.br
Patrocínio nacional: Caixa, Coca-Cola Brasil, Friboi, PicPay, Pluxee e Seara.

 

 

Fonte: Abrasel

Cozinheiro, esse profissional que usa a colher de pau para fazer magias

 

Se existe um lugar mágico em toda casa, é sem dúvida na cozinha – aquele santuário sagrado onde as panelas borbulham com histórias e os aromas dançam ao redor das memórias afetivas.

 

É onde aprendemos com nossos familiares os segredos daquela receita especial que só o “vô”, a “vó” sabem fazer, onde os jantares se transformam em verdadeiros espetáculos gastronômicos.

 

Mas já parou para pensar que esse lugar, onde os corações e estômagos se encontram em harmonia, pode ser mais do que apenas um espaço para refeições? Sim, estou falando em transformar o prazer de cozinhar em uma carreira apaixonante.

 

Em 10 de maio é comemorado o Dia do Cozinheiro, uma data para celebrar aqueles que mudam ingredientes simples em obras de arte culinária.

 

 

Só ter a mão boa, não basta: habilidades como iniciativa, paciência, criatividade, autocontrole, saber trabalhar em equipe, paladar apurado e conhecimento técnico sobre alimentos são os diferenciais do bom profissional.

 

A qualificação se dá em por meio de cursos e é importante que um cozinheiro seja tenha reconhecimento de sua atividade. Isso porque o mercado é competitivo e muito amplo, oferece opções que vão além do emprego em restaurantes e bares, mas também é exigente e procura por profissionais qualificados. Já pensou em trabalhar em buffets, para cruzeiros, hotéis ou mesmo ser independente e abrir um espaço especializado com autonomia e segurança no que está fazendo? Com um curso de Cozinheiro que seja completo, por exemplo, é possível aprender a gerenciar negócios, entender processos administrativos de compras, estoque e tudo que envolva o empreender.

 

 

O mercado de trabalho é exigente, passa por modificações rapidamente porque a clientela também muda o consumo a cada momento, principalmente, devido à internet e redes sociais. Com isso, a carreira é valorizada e isso significa melhor perspectiva de salário. No Brasil, a média salarial de uma pessoa que tenha feito um curso de Cozinheiro é de R$ 1,424,00, mas pode variar de acordo com cada tipo de negócio. O salário de um cozinheiro marítimo pode chegar a R$ 7.605, por exemplo. No Senac, o curso de Cozinheiro apresenta estes panoramas para que o futuro profissional encontre-se na profissão, saia seguro de seu conhecimento, com vontade de fazer sempre mais.

E aí, está pronto para levar essa paixão para o próximo nível? Vamos explorar, juntos, as maravilhas da cozinha?

 

O curso de Cozinheiro do Senac é a receita infalível para transformar seu talento culinário em uma carreira de sucesso. O estudante aprende com docentes de mercado e domina técnicas que o transformam em um verdadeiro mestre das panelas, e ainda passa a fazer parte de uma comunidade apaixonada pela arte da gastronomia.

 

Conheça esse delicioso universo e descubra todo o potencial que está guardado em suas mãos (e no fogão)!

 

 

Fonte: Senac

Experiência do cliente é um dos focos do Fórum Bares&Restaurantes

 

Uma boa experiência do cliente no setor de bares e restaurantes deve ser memorável, positiva e consistente. O objetivo é que ele se sinta bem-vindo, acolhido e valorizado, para que retorne mais vezes e recomende o estabelecimento a outras pessoas.

 

Segundo uma pesquisa realizada pela Abrasel em parceria com o Sebrae, a limpeza e higiene das instalações físicas, o atendimento e o ambiente do bar ou restaurante são os três principais fatores, respectivamente, que orientam a escolha do estabelecimento pelo cliente.

 

Isso indica que o consumidor valoriza mais a experiência do que o produto em si, sendo o sabor da comida o item seguinte da lista. Para incentivar a atenção dos empreendedores ao tema, o Fórum Bares&Restaurantes irá promover palestras imperdíveis que vão explorar estratégias para levar a experiência do cliente a um nível mais alto.

 

Entre os nomes já confirmados, se dedicam ao assunto profissionais de destaque no evento, como Simone Galante, CEO da empresa de consultoria Galunion, que irá apontar “Quem é e o que deseja o consumidor 2026”, tema que aborda as principais tendências de comportamento do cliente.

 

O gerente comercial do iFood, Fred Nicolay, também marca presença no Fórum, em que irá apresentar “As quatro apostas do iFood no uso de IA”. A palestra transmitirá noções do impacto da inteligência artificial para o negócio e para o consumidor.

 

O evento, que ocorre em 13 de junho no Expo Center Norte, em São Paulo, é uma grande oportunidade para quem empreende, ou pretende empreender em bares e restaurantes, se inteirar de tendências para o setor, vivenciar uma troca de conhecimentos sobre como aumentar a produtividade do negócio e ainda ampliar sua rede de contatos.

 

As inscrições podem ser feitas pelo site oficial do evento. Associados da Abrasel têm 20% de desconto, além de poder adquirir uma vaga nas caravanas organizadas pelas seccionais e regionais em todo o Brasil.

 

Fórum Bares & Restaurantes
13 de junho
Expo Center Norte – SP
Patrocínio: Friboi Food Solutions Seara, Picpay
Apoio: Fispal Food Service

 

Fonte: Abrasel

Padoca do Enaldo: Churrasquinho Pantaneiro

 

Delicioso e fresquinho pão francês, com hambúrguer de carne seca empanado na farinha panko e castanha de Baru, queijo mussarela, alface americana, tomate em rodelas, cebola roxa e maionese de banana da terra.

 

PADOCA DO ENALDO

R. Dom Aquino, 2158. AmambaI. Campo Grande-MS
Telefone: (67) 98127-0175

@PADOCADOENALDO

 

Continue reading “Padoca do Enaldo: Churrasquinho Pantaneiro”